Celsius em Kelvin

Calculadora de conversão de Celsius em Kelvin

0°C = 273.15K

Kelvin em Celsius (Trocar unidades)

0°C = 273.15K

Precisão

Observação: Você pode aumentar ou diminuir a precisão desta resposta selecionando o número de casas decimais significativas necessário nas opções acima do resultado.

Cálculo de Celsius para Kelvin (°C para K)

Kelvin = Celsius + 273.15

Kelvin = 0 + 273.15

Kelvin = 273.15

 

Fórmula de conversão de Celsius para Kelvin (°C para K)

Kelvin = Celsius + 273.15

Convertendo de Celsius para Kelvin

Converter Celsius para Kelvin é um processo direto que envolve adicionar 273,15 à temperatura em Celsius. Kelvin é uma escala de temperatura absoluta, onde 0 Kelvin representa o zero absoluto, o ponto em que todo movimento molecular cessa. Celsius, por outro lado, é uma escala de temperatura relativa comumente usada no dia a dia.

Para converter Celsius para Kelvin, basta pegar a temperatura em Celsius e adicionar 273,15. Por exemplo, se você tem uma temperatura de 25 graus Celsius, a conversão para Kelvin seria 25 + 273,15 = 298,15 Kelvin. Essa conversão é útil em aplicações científicas e de engenharia onde são necessárias medidas de temperatura absoluta.

É importante observar que Kelvin e Celsius têm o mesmo tamanho de grau, o que significa que uma mudança de 1 grau Celsius é equivalente a uma mudança de 1 Kelvin. Isso torna a conversão entre as duas escalas relativamente simples e intuitiva. Ao adicionar 273,15 a uma temperatura em Celsius, você pode obter facilmente o valor correspondente em Kelvin.

Por que converter de Celsius para Kelvin?

Converter de Celsius para Kelvin é um processo fundamental no campo da termodinâmica e pesquisa científica. Enquanto Celsius é comumente usado para medições de temperatura do dia a dia, Kelvin é a unidade preferida para cálculos e análises científicas. A escala Kelvin é uma escala de temperatura absoluta que começa no zero absoluto, que é a temperatura mais baixa possível no universo.

Uma das principais razões para converter de Celsius para Kelvin é eliminar valores negativos. Na escala Celsius, zero graus representa o ponto de congelamento da água, enquanto 100 graus representa o ponto de ebulição da água ao nível do mar. No entanto, valores negativos são possíveis em Celsius, o que pode ser inconveniente para certos cálculos. Ao converter para Kelvin, a escala começa no zero absoluto (0 K), onde todo movimento molecular cessa. Isso permite cálculos mais precisos e precisos, especialmente em experimentos científicos e pesquisas envolvendo gases, termodinâmica e transferência de calor.

Além disso, o Kelvin é amplamente utilizado em equações científicas, como a lei dos gases ideais e as leis da termodinâmica. Essas equações frequentemente envolvem diferenças ou proporções de temperatura, e o uso do Kelvin garante que os cálculos sejam consistentes e precisos. Converter de Celsius para Kelvin é um processo simples, pois as duas escalas têm uma relação direta. Para converter, basta adicionar 273,15 à temperatura em Celsius, resultando na temperatura equivalente em Kelvin.

Sobre a escala Celsius

Celsius, também conhecido como centígrado, é uma unidade de medida para temperatura no sistema métrico. É nomeado em homenagem ao astrônomo sueco Anders Celsius, que propôs pela primeira vez a escala Celsius em 1742. A escala Celsius é amplamente utilizada em todo o mundo, especialmente em aplicações científicas e do dia a dia.

A escala Celsius é baseada no conceito de dividir a faixa entre os pontos de congelamento e ebulição da água em 100 intervalos iguais. Nesta escala, o ponto de congelamento da água é definido como 0 graus Celsius (°C), enquanto o ponto de ebulição da água é definido como 100 graus Celsius. Isso a torna uma escala conveniente para medir temperatura, pois está alinhada com as propriedades físicas da água, que é uma substância fundamental em nossas vidas diárias.

A escala Celsius é comumente usada em previsões do tempo, experimentos científicos e medições de temperatura do dia a dia. Ela fornece uma maneira simples e intuitiva de expressar a temperatura, com valores positivos indicando temperaturas acima do ponto de congelamento e valores negativos indicando temperaturas abaixo do ponto de congelamento.

Sobre a escala Kelvin

A escala Kelvin é uma escala de temperatura que é baseada na escala Celsius, mas com um ponto de partida diferente. A escala Kelvin é uma escala de temperatura absoluta, o que significa que ela começa no zero absoluto, o ponto em que todo movimento molecular cessa. Em contraste, a escala Celsius começa no ponto de congelamento da água.

A escala Kelvin é definida pela unidade Kelvin, que é igual em tamanho ao grau Celsius. No entanto, o ponto zero na escala Kelvin é definido como zero absoluto, o que equivale a -273,15 graus Celsius. Isso significa que a escala Kelvin não possui valores negativos, pois todas as temperaturas são medidas em relação ao zero absoluto.

A escala Kelvin é amplamente utilizada em aplicações científicas e de engenharia, especialmente em campos como física e química. É especialmente útil ao trabalhar com gases e outros materiais em temperaturas extremamente baixas, pois permite medições e cálculos precisos. A escala Kelvin também é usada em muitas normas internacionais e pesquisas científicas, tornando-se uma unidade de medida importante na comunidade científica.

O que acontece no zero absoluto (0K)?

No zero absoluto, também conhecido como 0 Kelvin (0K) ou -273,15 graus Celsius, a temperatura está no seu ponto mais baixo possível. Nessa temperatura extrema, a energia cinética dos átomos e moléculas atinge o mínimo, fazendo com que eles parem completamente. Como resultado, todo movimento molecular cessa e a matéria fica o mais parada possível.

Nessa temperatura, ocorrem vários fenômenos fascinantes. Um dos mais notáveis é a completa ausência de energia térmica. Como não há movimento molecular, não há transferência de calor de um objeto para outro. Essa ausência de energia térmica tem implicações significativas para várias propriedades físicas. Por exemplo, os materiais se tornam extremamente frágeis e sua resistência elétrica cai para zero. Além disso, os gases se condensam em líquidos e os líquidos se solidificam, já que a falta de movimento molecular impede que eles mantenham seu estado fluido.

Cientistas nunca foram capazes de alcançar o zero absoluto na prática, pois é um conceito idealizado. No entanto, ao resfriar substâncias a temperaturas extremamente baixas, eles têm sido capazes de observar e estudar os efeitos de se aproximar do zero absoluto. Esses experimentos têm fornecido insights valiosos sobre o comportamento da matéria e levaram ao desenvolvimento de tecnologias como supercondutores e condensados de Bose-Einstein.

 

Tabela de Celsius para Kelvin

Valor inicial
Incremento
Precisão
Formato
Celsius
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Kelvin
273.15K
274.15K
275.15K
276.15K
277.15K
278.15K
279.15K
280.15K
281.15K
282.15K
Celsius
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
Kelvin
283.15K
284.15K
285.15K
286.15K
287.15K
288.15K
289.15K
290.15K
291.15K
292.15K
Celsius
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
Kelvin
293.15K
294.15K
295.15K
296.15K
297.15K
298.15K
299.15K
300.15K
301.15K
302.15K
Celsius
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
Kelvin
303.15K
304.15K
305.15K
306.15K
307.15K
308.15K
309.15K
310.15K
311.15K
312.15K
; ; ;